Não é preciso de uma lente apurada para perceber que a representação da mulher na música é desproporcional. Se você buscar imagens de mulher guitarrista, baixista, baterista ou Dj no Google, vai se deparar com um estereótipo de banco de imagem que reúne um leque infindável de clichês sexistas. Se buscar matérias com produtoras, vai encontrá-las vez ou outra, sendo questionadas por dicas de beleza. Roadies? Iluminadoras? Onde elas estão? Leia mais