malaguetas
O Malaguetas é feito pela Talaguim.

/ tag / vida de freela

capa2014
em 30.Dezembro.2014 por

Nossos favoritos do ano e um feliz 2015!

Sabemos que você está aí curtindo o feriadão com as pernas pro ar e dando aquela espreguiçada final antes do ano novo começar. Estamos nos preparando para a farra final de 2014, mas antes queremos agradecer nossos leitores. Neste ano, fomos 39 mil (YES!). Aqui deixo nosso obrigada a todos que ajudam o Malaguetas rolar: às nossas fieis colaboradoras Mari Pasini e Mano Barbosa e ao Pedro Rosa, que além de posts também colaborou muito com o crescimento visual do cafofo. Leia mais

timernani
em 16.Dezembro.2014 por

Os erros e acertos de Tim Ernani

“Hoje fui entregar pôsteres para um amigo na Young & Rubicam. Fazia ANOS que não pisava numa agência de grande porte. Quando entrei na recepção, o cheiro… aquele cheiro que só agência grande tem. As pequenas não tem, as médias não tem, só as grandes. Chamei de ‘cheiro de mostrar pasta’”, conta Tim. Leia mais

ShyamaGoldenoffice
em 11.Dezembro.2014 por

#vidadefreela: Jornalista cria o Airbnb do coworking, conheça o Spare Chair

O modelo de negócio do Airbnb tem inspirado muitas ideias interessantes relacionadas a economia colaborativa. Uma delas surgiu recentemente e é da jornalista americana Sharona Coutts, que trabalha como freelancer. Quem trampa em casa sabe que uma das desvantagens do home office é a falta do burburinho e de ter alguém da sua área pertinho para trocar ideias. Leia mais

Chef-Mark-Domman
em 4.Setembro.2014 por

#vidadefreela: Chefs dão dicas de como se organizar no trabalho à la mise en place

Neste momento, a minha mesa tem um desodorante spray, cartões de visita de pessoas que não conheço, uma mini garrafa de vodka Gorbatschow vazia, um pote de iogurte vazio, desenhos, revistas, uma xícara de chá, duas garrafas de água, papéis, canetas. Tudo espalhado depois de um dia de trabalho. E vou dizer, não parece cool. Até pode existir criatividade na bagunça, mas uma hora você precisa colocar as ideias no lugar, liberar energia criativa.

Você pode gostar ou não de assistir programas de culinária. Mas se procura mais organização no trabalho, a dica é o mise-en-place. Este termo gastronômico em francês quer dizer algo como “colocando no lugar”. O repórter Dan Charnas, da NPR, conversou com diversos chefs sobre como eles se organizam para atender a demanda de trabalho e clientes.  Leia mais

maps_of_the_imagination copy
em 25.Agosto.2014 por

#vidadefreela: O melhor horário para escrever, um guia para boêmios e madrugadas insones

Duas da manhã. Não planejei o que escrever hoje.

Para os criativos fãs das madrugadas insones, este é o horário da primeira crise de cansaço. O corpo e os olhos querem repousar, mas a cabeça ainda está muito ligada para deitar no travesseiro. É aquela hora perigosa que o limbo do scroll no Facebook tenta te seduzir. Você bloqueia a aba no navegador. Depois de um dia inteiro de trabalho, é no silêncio e na calmaria noturna que as ideias adormecidas pela rotina podem surgir. E é lá pelas 3h ou 4h que a insistência começa a inspirar. Aquele horário que a ausência de filtro do daydreaming e sensação de estar meio bêbado de sono se mistura a um último fio de lucidez, o necessário para digitar.   Leia mais