A lua cheia brilhava um glorioso dourado veranesco na noite em que seguimos em um caldento busão italiano com direção ao Ippodromo Capannelle, o jockey que anualmente abre as portas para o Rock In Rome. Diferente do formato que conhecemos, o festival divide as atrações não só em três dias, mas em um mês inteiro de opções separadas meio por mainstream x indie, meio por gêneros musicais. O que nos permitiu ver Chemical Brothers na última sexta (3).  Leia mais