Sentado confortável em uma poltrona, vestindo seu tradicional terno escuro e camisa de gola alta, mexendo os dedos da mão esquerda com três anéis de ouro, Nick Cave fala com um psiquiatra sobre seu maior medo: perder a memória. “A memória é o lugar onde a gente se lembra do significado da vida”, filosofa. Partindo deste princípio, “20.000 Days on Earth” mistura documentário e ficção para mostrar 24 horas na vida do músico australiano. Uma necessidade de Cave em fazer um registro de como ele se vê –ou como quer ser visto. Leia mais