Se você ouviu muito sua mãe dizer que skate e futebol é coisa pra menino em pleno século 21, no Brasil, ocidente, imagina como isso funciona no Afeganistão, onde andar de bicicleta ainda é tabu para as mulheres. Descobri hoje a Skatesian, uma organização que além de funcionar como escola, incentiva a andar de skate.

O que trouxe o assunto de volta à tona –um documentário sobre a iniciativa foi lançado em 2009–, foi o fato de hoje 40% das crianças e adolescentes serem meninas. Na página do projeto, onde suas doações viram acessórios de segurança ou novas peças pro skate, você conhece mais histórias sobre as garotas e como praticar o esporte tem mexido com a auto estima delas. Hoje, além de Kabul, constante zona de conflito, eles também têm uma sede no Camboja. >>::Conheça mais::<<

E não deixe de dar uma espiada na entrevista que fiz com a cineasta Julia Bacha, do início de 2013, quando a brasileira se arriscou a lançar uma HQ no oriente médio pra incentivar mulheres na política.

Quer assistir o doc? Tá na mão: Skateistan: Four Wheels and a Board in Kabul