A principal notícia dos sites de música hoje foi a morte de Lester William Polfus, mais conhecido como Les Paul. É triste, mas é verdade. O guitarrista que não só tocou, mas reinventou o design da guitarra foi vítima de uma pneumonia e faleceu ontem aos 94 anos em um hospital nova-iorquino. Descanso mais que merecido, já que além do modelo clássico que virou sonho de consumo de muita gente sob a marca da Gibson, ele criou as técnicas de gravação usadas décadas depois por QUALQUER ritmo.

Esse post do Marcos Azambuja no Updateordie fala exatamente o que eu acho, o século 20 tem uma dívida com ele. E mais, ele é O modelo do que é ser um guitar hero, Les precisou reinventar o próprio modo de tocar por causa de um acidente que esmagou seu braço, o que teria feito qualquer menos determinado a desistir da carreira.

Essas são algumas coisas que ele criou e aposto que você nem imaginava:

- Sistemas de gravação em multipistas
- Gravação em camadas, uma em cima da outra (overdubbing)
- Equalizador por bandas de frequência, para não estourar os ouvidos alheios
- O delay ou eco e o tape delay que era um pouco mais lento
O site da Gibson fez um especial muito legal para ele e guitarristas como Slash e Tom Morello fizeram algumas das diversas homenagens hoje. Por aqui fico com esse mini documentário, para não esquecermos dessa lenda quase centenária da música.