Keith Haring criou pôsteres de protestos contra demonstrações nucleares e desigualdade racial. Levou arte para as ruas e metrôs, pintou creches, orfanatos e hospitais de graça, se envolveu com punks e poetas. Coloridas e a primeira vista divertidas, muitas de suas obras eram manifestações contra a homofobia. Em 89, fundou a Keith Haring Foundation para ajudar vítimas da AIDS, doença que tirou sua vida um ano depois, aos 31 anos.

Com curadoria de Dieter Buchhart e em parceria com a Herbst Exhibition Galleries, o museu Fine Arts de San Francisco fez uma seleção de suas obras políticas mais icônicas na exposição “Keith Haring – The Political Line” que reúne 200 trabalhos, incluindo pinturas em larga escala, esculturas, desenhos e Polaroids. A exposição é encerrada no próximo dia 16 de fevereiro, 24 anos após a morte do artista. Em tempos de Ferguson e tanta reivindicação legítima acontecendo, é interessante relembrar a importância e presença de artistas em discussões sociais. Gentilmente, o museu cedeu pro Malaguetas algumas das obras expostas na Califórnia.

002_Untitled_1982_Broad_BroadBroad Broad (1982) // Foto: Keith Haring Foundation

003_KHF_KHFPintura do artista em uma creche. Durante a vida, ele pintou cerca de 50 espaços públicos  (1985) Foto: Keith Haring Foundation

004_KHF_KHF Retrato // Foto: Keith Haring Foundation

021_Regan Ready to Kill_1980_KHF_KHF“Regan Ready to Kill” (1980) // Foto: Keith Haring Foundation

032_Untitled_1982_KHF_PA ”Untitled” (1982) // Foto: Keith Haring Foundation

“Não acho que a arte é propaganda. Ela deve ser algo que liberta a alma, provoca a imaginação e incentiva as pessoas a ir mais longe. Ela celebra a humanidade, ao invés de manipular”

066_Untitled_1988_KHF_PA“Untitled” (1988) // Foto: Keith Haring Foundation

069_A Pile of Crowns for JMB_1988_KHF_KHF“A Pile of Crowns for JMB” (1988)  // Foto: Keith Haring Foundation

106_Silence Death_1988_Lignel_PA“Silence Death” (1988) // Acervo: Lignel PA

109_PS 122_1980_Martos_Martos“Marto Martos” (1980)

117_Untitled Self Portrait_1985_Sachs_PA“Untitled Self Portrait” (1985) // Foto: Sachs PA

130_Andy Mouse_1985_private collection_KHF“Andy Mouse” (1985) // Foto: Private Collection KHF

131_Untitled_1982_private collection_PA“Untitled” (1982) // Foto: Private Collection

“O vermelho é uma das cores mais fortes, é sangue, é poderosa para os olhos. uso vermelho em todas as minhas pinturas”

132_Untitled_1982_private collection_KHF“Untitled” (1982) // Foto: Private Collection KHF

140_Untitled Flying Saucer_1981_private collection_KHF“Untitled Flying Saucer” (1981) // Private Collection KHF

150_Untitled_1981_private collection_PA“Untitled” (1981) // Private Collection PA

174_Untitled Apartheid_1984_Stedelijk_PA“Untitled Apartheid” (1984) // Stedelijk PA

180_Untitled Subway Drawing_1984_Tony Shafrazi_KHF“Untitled Subway Drawing” (1984) // Tony Shafrazi_KHF

KHA-548// Keith Haring Foundation