Insa é um artista de rua britânico que mistura graffiti e GIFs. Usando uma técnica de inversão de cores, ele fotografa quadro a quadro e transforma seus murais em obras animadas, o que ele chama de GIFtis. Parte da campanha “Mantenha-se Verdadeiro”, a convite da Ballantines, Insa realizou o sonho de levar a ideia para outro nível. Um nível, digamos, além da Terra. 

tumblr_nit131e11e1sqatlgo1_1280 (1)

Com a ajuda de 20 brasileiros, o artista pintou no Rio de Janeiro uma área aproximada de 57 metros em duas cores. O desenho foi fotografado do espaço e as imagens registradas em sincronia com o ciclo da Terra. “A escala deste projeto é como de nenhum outro. Tenho sonhado há anos criar um grafite que possa ser visto do espaço”, comenta o artista.

Em entrevista ao HypeBeast, INSA diz que vê relevância no seu formato por “levantar questões sobre a descartabilidade da arte e como o trabalho é visto e apreciado”. Para o artista, “a tentativa de desenvolver é essencial em qualquer meio. A mistura dos mundos físico e digital permeia todos os aspectos de nossas vidas e explorar os limites de síntese na arte é fundamental. A arte existe puramente a serviço da criatividade na liberdade infinita do cyber-espaço.”

Assim como outros artistas de rua, INSA prefere não revelar seu nome. “Prefiro me manter no anonimato, acho que a arte pode transmitir muito mais se não for limitada pela identidade do artista”. Falamos mais sobre ele e como a internet está mudando o graffiti nesta matéria super bacana com o editor do Vandalog: “O Futuro da Arte de Rua“.

*Esse post foi patrocinado pela Ballantine’s, mas tudo que foi escrito é da nossa opinião.