Cores delicadas, referências lúdicas e meninas de olhos grandes e expressivos. Essas são algumas das características que fazem parte do trabalho da artista brasileira Nina Pandolfo, que lançou no último ano a biografia “Nina”.“Tentei contar a minha trajetória. Quando comecei, pintava uns 20 grafites por fim de semana, então foi difícil escolher. Fiz uma cronologia, desde 92, e usei algumas imagens mais antigas pra ilustrar o texto que conta a história”, conta Nina em entrevista.

“Um dia estava entre amigos falando sobre livros, sobre como contam a história do passado e ficou nisso. Um dia encontrei a Eliana (colecionadora de obras e fã do meu trabalho) e na SP Arte estávamos conversando sobre uma obra minha. Ela me fez o convite para fazer o livro. Não acreditei.”

Desde o encontro com a colecionadora até o lançamento, passou cerca de um ano, período em Nina participou diretamente do processo criativo do livro. “Sentei do lado pra tratar imagem, mexer nas cores, não entendo muito de computadores, mas mexi em tudo”, explica.

nina_pandolfo1

O livro conta com desde seu primeiro grafite, pintado na rua em São Paulo em uma noite em 92, até o castelo pintado na Escócia com OsGêmeos em 97 – Nina é casada com dos membros da dupla, Otávio. “O castelo foi um momento muito importante da minha carreira e agora está rolando um processo para ele ser tombado como patrimônio histórico. Na cidade, ele já virou cartão postal, capa de guia de turista. Pra mim foi uma honra representar o Brasil. A bandeira do país em cima da bandeira da Escócia. Senti a responsabilidade de um atleta olímpico”.

Nina indicou algumas mulheres no universo da arte que ela gosta e acha que vale a pena conhecer. Veja abaixo:

MARTHA COOPER
Martha Cooper é uma fotojornalista americana que trabalhava acompanhando o trabalho de grafiteiteiros. Boa parte de seu trabalho foi captado entre as décadas de 70 e 80, mas Martha está na ativa até hoje. Mais sobre a artista aqui.

NICOLETTA CECCOLLI
Nicoletta é uma ilustradora italiana e assim como Nina, trabalha com temas delicados e femininos, a diferença é que a italiana trabalha principalmente com ilustração de livros infantis.
Mais sobre Nicoletta aqui.

FAITH 47
Faith é o codinome de uma artista de rua africana que trabalha com imagens de mulheres e grafites que de alguma protestam contra a situação e repressão feminina na África do Sul. Mais sobre Faith em Faith47.com

AYA TAKANO
Aya Takano é uma artista japonesa, ex-assistente do grande artista japonês Takashi Murakami e discípula da superflat, movimento artístico inspirado em mangás e animês. Takano também ilustra temas femininos e delicados. Mais sobre a artista na Perrotin Gallery.

“NINA”
Editora: Master Books

Pauta publicada em UOL Entretenimento.