malaguetas
O Malaguetas é feito pela Talaguim.
© Ambivalently Yours
em 26.Julho.2015 por

Conheça Ambivalently Yours: Feminismo, anonimato, confissões e muito, muito rosa

As incoerências e os sentimentos ambivalentes são algo que geralmente queremos esconder, mas não é o que acontece com esta artista anônima que adora rosa, é feminista e usa confissões pessoais em seus trabalhos. No nome, Ambivalently Yours, ela celebra esses sentimentos às vezes conflitantes, mas inseparáveis, que existem em relação a uma situação ou objeto.  Leia mais

Pixel dancefloor © Stef Reis
em 23.Julho.2015 por

Derretendo no Melt: contamos tudo sobre o festival de música alemão

Partimos por volta das 14h, com as mochilas cheias de sanduíches, frutas, cangas e disposição para fazer um bate e volta de 24 horas em Gräfenhainichen, a poucos quilômetros de Ferropolis, conhecida como ‘a cidade de ferro’. Com a quantidade de mormaço e poeira certa, o lugar pode funcionar como um cenário alternativo de Mad Max. A diferença é que a trilha fica por conta de SiriusModeselektor, Sven Väth, Kylie Minogue, XXXY e Alt-J. Bem-vindos ao Melt! Leia mais

napoles-malaguetas
em 16.Julho.2015 por

De caiaque na costa de Nápoles

Existem dois ditados italianos que aprendi serem verdadeiros. Um diz que na Itália você chora quando chega e quando vai embora (estou preparando os lencinhos). O outro diz que depois de ver a costa de Nápoles já dá pra morrer. Para eles, é a ‘mais bela do mundo’. Pode soar exagerado, mas é de superlativo em superlativo que se reconhece um genuíno napoletano. Leia mais

chemical-brothers-roma
em 7.Julho.2015 por

Lua cheia e Chemical Brothers em Roma

A lua cheia brilhava um glorioso dourado veranesco na noite em que seguimos em um caldento busão italiano com direção ao Ippodromo Capannelle, o jockey que anualmente abre as portas para o Rock In Rome. Diferente do formato que conhecemos, o festival divide as atrações não só em três dias, mas em um mês inteiro de opções separadas meio por mainstream x indie, meio por gêneros musicais. O que nos permitiu ver Chemical Brothers na última sexta (3).  Leia mais

hula-painter
em 8.Junho.2015 por

O que a arte te faz sentir? Um mergulho nas pinceladas de Sean Yoro

Tem sido difícil encontrar inspiração para publicar. Não por falta de assunto, mas na maioria das vezes, por excesso. Como escolher uma história interessante, que não seja remix do remix? Quando se trata de arte, são perguntas cada vez mais difíceis de responder com algum ineditismo. Meu processo de curadoria está desafiando cada vez mais os rótulos que criei e despertando para algo além: o que isso me faz sentir?  Leia mais

Older Posts